Diretor: Paulo Menano

Quinhentas entidades vão marcar presença na Feira Ibérica de Turismo da Guarda

A 6.ª edição da Feira Ibérica de Turismo (FIT), a realizar entre 02 e 05 de maio, na Guarda, vai ter representadas mais de 500 entidades de Portugal e Espanha. A inauguração do certame, que representa um custo global da ordem dos 350 mil euros, está marcada para 02 de maio, às 17:00, e contará com a presença do ministro-adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira.

Segundo o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, pela iniciativa organizada pela autarquia vão passar este ano “mais de 500 instituições e empresas” de Portugal e Espanha, sendo a Província da Corunha (Galiza) o destino convidado.
O autarca referiu na conferência de imprensa de apresentação do certame anual que a FIT “é hoje uma marca muito forte no país” e é “claramente uma marca de Portugal”. “A Bolsa de Turismo de Lisboa é a grande feira de turismo de Portugal, mas nós [Guarda, com a FIT], hoje, estamos em condições de levantar a medalha de prata”, declarou.
O autarca anunciou que a feira, com uma área coberta de 11 mil metros quadrados e um custo global da ordem dos 350 mil euros, será inaugurada no dia 02 de maio, às 17:00, pelo ministro-adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira. Álvaro Amaro revelou ainda que a edição deste ano da FIT atinge o limite em termos de área coberta disponível no Parque Urbano do Rio Diz.
Como em abril Álvaro Amaro irá suspender o mandato autárquico por ser candidato pelo PSD ao Parlamento Europeu, fez votos para que a Feira Ibérica de Turismo, que começou por sua iniciativa, em 2014, seja uma marca que “fique para todo o sempre colada à Guarda”.
O diretor da FIT, Carlos Condesso, referiu que o certame “tem tido um crescimento exponencial” e que este ano contará com a representação de 500 entidades, desde agências de viagens a hotéis, regiões de turismo, municípios, organismos oficiais, empresas, entre outras. Segundo o responsável, em 2014 o evento teve quatro mil metros quadrados de área coberta e este ano cresceu mais 600 e atinge os 11 mil metros quadrados. O número de visitantes também cresceu, tendo sido registados 19.458 no ano de arranque e de 34.645 em 2018.
O presidente da Turismo do Centro, Pedro Machado, referiu que o sucesso da FIT pode ser explicado por ser ibérica, pelo que representa para a afirmação do território e pelo elevado grau de profissionalismo da organização. Para o responsável, a FIT “é a maior feira de turismo associada a territórios de baixa densidade que o país hoje tem”.
A FIT é considerada pelos promotores como uma “plataforma transfronteiriça no panorama ibérico” dos eventos ligados ao turismo e uma oportunidade singular de divulgação, promoção, captação e desenvolvimento de fluxos turísticos e de valorização dos recursos.
A entrada diária no recinto da FIT custa 2€, o bilhete feral 5€, sendo que crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.

Números FIT 2019

  • 4 dias de FIT

  • Bilhete diária custa 2€; o geral 5€

  • 350 mil euros de investimento

  • 500 empresas/entidades vão estar representadas

  • Em 2014 a área coberta do recinto foi de 4000m2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close