Mais Beiras Informação

Informação regional

“Quem endividou as autarquias foi a administração central”, Rui Rio

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, afirmou este domingo que a culpa do endividamento das autarquias se deve à administração central. No encerramento da V Academia do Poder Local, o ex-autarca do Porto lembrou o poder local como uma das maiores conquistas do 25 de Abril, que tanto tem contribuído para o bem-estar e desenvolvimento do país.

No encerramento da V Academia do Poder Local, o ex-autarca do Porto lembrou o poder local como uma das maiores conquistas do 25 de Abril, que tanto tem contribuído para o bem-estar e desenvolvimento do país. “Há sobre o poder local a ideia de que fazem muita obra desnecessária e que endividam muito as câmaras municipais. Isto é errado”, defendeu Rio Rio, na V Academia do Poder Local, que decorreu na Guarda. “Eu sou absolutamente insuspeito não só devido às críticas que dirigia às câmaras mal geridas, particularmente às muito mal geridas, mas também ao trabalho que fiz para equilibrar financeiramente a câmara [do Porto] que estava completamente desequilibrada. Eu tenho autoridade moral para dizer isto: quem endividou este país foi a administração central e não o poder local”.
Rui Rio sustentou que a dívida pública portuguesa, que inclui a dívida das autarquias, vale atualmente cerca de 122% do PIB. “Se retirarmos as dívidas das autarquias, vem de 122 para 120. A dívida do poder local não vale mais de 2%. Foi, independentemente do endividamento local, que se conseguiu [o bem-estar social], apesar de haver câmaras muito mal geridas. Mas não vamos confundir a árvore com a floresta”, sublinhou.
O líder social-democrata salientou ainda o “trabalho notável” que o poder local tem tido em Portugal: “Se formos olhar para o panorama português, vila a vila, cidade a cidade, município a município, é notável aquilo que o poder local democrático fez pela qualidade de vida das populações. Isto é indesmentível e é uma injustiça não se reconhecer isto”. Por isso, Rui Rio defendeu que é crucial reforçar o papel do partido junto das autarquias. “Temos de reforçar a nossa presença no poder local e não continuar a perder câmaras como tem vindo a acontecer. No serviço às populações, o poder local é absolutamente vital. O poder local fez muito mais pelo bem-estar e pelo desenvolvimento do país do que fez a administração central, independemente dos partidos que foram passando pelo Governo. O poder local democrático é das maiores conquistas do 25 de Abril para as população”, sublinhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close