Diretor: Paulo Menano

Iniciativa Liberal de Viseu põe em causa a eficácia dos Bombeiros que estão a 15 minutos do centro da cidade

Em comunicado enviado hoje, a Iniciativa Liberal de Viseu vem pôr em causa a eficácia da atuação dos Bombeiros Sapadores. “O recente incêndio no piso térreo do edifício da Segurança  Social de Viseu que obrigou à evacuação de 500 utentes e funcionários trouxe à reflexão um assunto, para o qual a Iniciativa Liberal não quer deixar de colocar como preocupação dos Viseenses e de apelar à melhor atenção da autarquia.” afirmam.

Os Bombeiros Sapadores, segundo indica a Iniciativa Liberal, nos últimos tempos foram chamados a intervir em mais de 150 incêndios urbanos e destes mais de 80 só na freguesia de Viseu, a que acresce o facto de o reforço dos BVV com a decisão tomada de relocalizarem o quartel fora da área urbana está agora a 15 minutos a ser efetivo. “Ora, a decisão da autarquia de reinstalar os Sapadores no quartel do Aeródromo vai repetir o erro, colocando também esta força de protecção civil a 15 minutos do centro da cidade a uma velocidade média de cerca de 60km/h. Perante este previsível cenário pergunta-se: o que se verificou na Segurança Social com um atraso no ataque inicial de 15 minutos o que poderia ter significado para lá do prejuízo material? Caso a decisão tenha no futuro consequências trágicas quem assume tal  responsabilidade?” argumentam os liberais.

No comunicado apontam que “Foi um erro a construção do aquartelamento no Aeródromo mas é um investimento que não está perdido e poderá até mesmo ter uma enorme utilidade para a região assim o Governo cumpra com a decisão de ali instalar o Comando Regional de Protecção Civil. Resta esperar que o façam em reforço dos meios existentes. O corpo municipal de bombeiros tem apenas 40 bombeiros que nas atuais condições se dividem em turnos para prestar um socorro eficaz à população! Diariamente 5 deles prestam apoio no Aeródromo para que aquela infraestrutura continue a funcionar nos elevados padrões que já angariou a novel nacional. Contudo, podem dividir-se equipamentos e viaturas mas o homem esse não se divide, nem se dividem responsabilidades politicas.”

“A Iniciativa Liberal vem apelar a que a autarquia enquanto entidade de protecção civil equacione em tempo a operacionalidade dos meios dos Sapadores, permitindo que o grosso da Força se mantenha na cidade com prioridade para o combate urbano e em simultâneo reforce o Corpo de Bombeiros com o efetivo constante do seu Quadro Orgânico. Disso depende a segurança de todos os Viseenses!”, terminam.

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close