Diretor: Paulo Menano

Guarda incentiva compostagem doméstica e combate desperdício alimentar

No âmbito do projeto “Guarda sem Desperdício”, que incentiva à compostagem e à redução do desperdício alimentar em casa, a Junta de Freguesia da Guarda distribuiu uma centena de compostores domésticos pelos habitantes da cidade.

Segundo João Prata, presidente da Junta de Freguesia da Guarda, o projeto “Guarda sem Desperdício” envolveu custos globais de 32 mil euros e teve um apoio de 24 mil euros.
O projeto, que visa incentivar à compostagem e à redução do desperdício alimentar em casa, teve o seu arranque em outubro de 2018 e terminou no passado mês de junho, no âmbito do programa JUNTAR, uma iniciativa do Ministério do Ambiente e do Fundo Ambiental.
Com o projeto, a autarquia, que abrange a totalidade da área urbana da cidade da Guarda e alguns aglomerados rurais do seu perímetro, pretendeu incentivar a compostagem doméstica e contribuir para a redução do desperdício alimentar, através do aproveitamento integral e de restos de alimentos e que teve como “embaixador” o ‘chef’ de cozinha Carlos Henriques, que possui um restaurante na Finlândia onde desenvolve e aplica o conceito “zero desperdício”.
Segundo o responsável, na vertente da compostagem foram feitas ações de sensibilização que envolveram cerca de 300 pessoas e distribuídos 100 compostores domésticos para quintais e jardins e 150 pequenos baldes para recolha dos desperdícios em casa.
“Diria que foi um projeto muito forte para a Freguesia da Guarda. Através da sensibilização para a compostagem doméstica, utilizando os resíduos biodegradáveis gerados em casa, diminuímos a quantidade de resíduos enviados para aterro e contribuímos para a reutilização de recursos”, disse o autarca.
No âmbito do projeto, a autarquia também adquiriu um biotriturador, que permite triturar resíduos verdes (por exemplo restos de arbustos retirados de jardins), que depois são utilizados para fertilizar terrenos da Junta de Freguesia. Foram ainda editadas duas publicações: “Como fazer compostagem em casa” e “Como reduzir o desperdício alimentar em casa”.
Por forma a dar continuidade ao trabalho realizado nos últimos nove meses, a Freguesia da Guarda candidatou este ano outro projeto ambiental.
Na execução do projeto “Guarda sem Desperdício”, a Junta de Freguesia teve como parceiros a associação Circular Economy Portugal e o Instituto Politécnico da Guarda, através da Escola de Tecnologia e Gestão (alunos do curso de Energia e Ambiente dinamizaram ações de sensibilização sobre compostagem doméstica) e de Turismo e Hotelaria (os estudantes foram responsáveis pela formação em culinária contra o desperdício alimentar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close