Mais Beiras Informação

Informação regional

Tribunal de Sátão mantém competências

Mesmo após as transferências dos processos de Penalva do Castelo para Mangualde, os autarcas de Sátão e Vila Nova de Paiva, Paulo Santos e José Morgado, respectivamente, tiveram a garantia da Ministra da Justiça de que o Tribunal de Sátão irá continuar com as mesmas competências.

Após pedido de audiência em setembro do ano passado e reforçado no mês de novembro à Ministra da Justiça por parte dos autarcas de Sátão e Vila Nova de Paiva, Francisca Van Dunem, remeteu a audiência para o diretor geral da Justiça. Em cima da mesa estava apurar quais as competências a atribuir ao Tribunal de Sátão, após a confirmação do regresso dos processos judiciais de Penalva do Castelo para a comarca de Mangualde.
Os autarcas dois autarcas, pretendiam que os processos de famílias e menores julgados em Viseu, transitassem para o Tribunal de Sátão, mas a proposta foi recusada pelo diretor geral da Justiça.
Apesar da proposta dos autarcas de Sátão e Vila Nova de Paiva não ter sido aceite, Paulo Santos e José Morgado, estão agora mais descansados com a confirmação de que o Tribunal de Sátão vai continuar com as atuais competências. Após reunião com diretor geral da Justiça, os presidentes de câmara têm agora a garantia que o Tribunal de Sátão vai manter as atuais competências, após confirmação do regresso dos processos de Penalva do Castelo para a comarca de Mangualde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close