Mais Beiras Informação

Informação regional

Seia aprova orçamento 24,9 ME para 2019

A Câmara Municipal de Seia aprovou a proposta de orçamento municipal para 2019, no valor de 24,9 milhões de euros, que representa um aumento de 11,25% relativamente ao de 2018.

O orçamento para o próximo ano foi aprovado pela Câmara Municipal, presidida por Filipe Camelo, na última reunião do executivo, por maioria, com dois votos contra dos vereadores do PSD e do movimento independente JPNT.
O orçamento para 2019, com um crescimento de 11,25% face ao do presente ano, no valor de 22,4 milhões de euros, representa “o mais alto nível de investimento público desde 2009”. “Prosseguindo com uma política de proximidade às pessoas e a favor da economia e do emprego, o documento evidencia o maior investimento público da última década, com a execução de projetos estruturantes na cidade e nas freguesias”, anuncia a autarquia em comunicado.
O presidente da autarquia de Seia, citado no comunicado, considera que o município vive “um momento marcante”, atribuindo o crescimento orçamental “à eficaz gestão financeira levada a cabo nos últimos anos”.
A autarquia procedeu à extinção do Plano de Reequilíbrio Financeiro e do Programa de Apoio à Economia Local, com a realização de uma operação de substituição da dívida para a banca, “em condições muito mais atrativas, que gera uma poupança de cerca de 5,7 milhões de euros”. “Esta nova realidade dá maior capacitação ao município não só no plano financeiro, mas também operacional, libertando a autarquia de alguns condicionalismos, como a maximização das taxas, pese embora o município se mantenha ainda em desequilíbrio estrutural, pois ainda não atingiu um rácio abaixo de 01,25% (média das receitas correntes dos últimos três anos), o que obriga a um caminho cauteloso, que deve continuar a assentar na seletividade do investimento”, conclui o socialista Carlos Filipe Camelo.

Acessibilidades e Ambiente serão sectores fulcrais em 2019
Segundo a fonte, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) será iniciada uma intervenção de regeneração urbana “sem precedentes”, alinhada com a mobilidade e meios alternativos que melhorem a acessibilidade, “afirmando a sua centralidade e dinamismo comercial e turístico”.
Através do POSEUR, será realizado um investimento superior a três milhões de euros, para “consolidar a estratégia de requalificação ambiental prosseguida nos últimos anos”, que “elevará os parâmetros de cobertura da rede de saneamento básico para indicadores muito próximos dos 100%”.
O documento, que define as linhas de orientação da Câmara Municipal de Seia, no distrito da Guarda, “representa um novo ciclo de investimento público de elevada volumetria financeira, que advém das candidaturas apresentadas ao Portugal 2020, nomeadamente através da execução do PEDU na cidade, assim como no âmbito do POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close