Mais Beiras Informação

Informação regional

Municípios e Faculdades unem esforços para criação da Rede Nacional de Arte Rupestre

19 autarquias de todo o país, entre as quais as de Vila Nova de Foz Côa, Mêda, Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo, juntaram-se à Fundão Côa Parque com o objectivo de criar a Rede Nacional de Arte Rupestre.

A futura Rede Nacional de Arte Rupestre conta com o envolvimento de 19 municípios a nível nacional, mas também das Faculdades de Letras das Universidades de Lisboa e do Porto, bem como da Universidade do Minho.
Em conjunto com a Fundação Côa Parque pretendem desenvolver esforços para integrar e promover os diversos sítios portugueses de arte rupestre, promovendo a cooperação com redes internacionais e capacitar os recursos patrimoniais e humanos dos parceiros para desenvolver projetos de interesse comum.
Municípios e restantes entidades “consideraram fundamental a criação e a credenciação desta rede, pois permitirá alicerçar três pilares fundamentais de intervenção, como a investigação, conservação/preservação e economia /turismo”, referem os promotores da iniciativa que reuniram na passada sexta-feira em Reguengos de Monsaraz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close