Mais Beiras Informação

Informação regional

Mário Patrão ficou em 36º lugar na primeira etapa do Dakar

O motard Paulo Gonçalves (Honda) foi o melhor português na primeira etapa do Rali Dakar de todo o terreno, ao terminar em 11.º lugar a ligação entre Lima e Pisco, no Peru, com 84 quilómetros cronometrados. Mário Patrão,  piloto natural de Paranhos da Beira, concelho de Seia, não foi além do além de 36º lugar.

Mário Patrão, natural de Seia, com uma KTM oficial, admitiu que não se sentiu confortável com a sua mota, não indo além de 36.º, cedendo 17.13 minutos para o vencedor desta primeira etapa, que teve um total de 331 quilómetros, ligações incluídas.

Paulo Gonçalves, que sofreu uma intervenção cirúrgica há exatamente um mês para retirar o baço, perdeu 6.41 minutos para o vencedor, o espanhol Joan Barreda, seu companheiro de equipa na Honda. Barreda terminou com 1.34 minutos de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilha (Husqvarna) e 2.52 minutos sobre o norte-americano Ricky Brabec (Honda). Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi o 23.º, a 10.14 minutos do líder, que terminou esta primeira especial em 57.36 minutos.
Esta terça-feira, segundo dia de Dakar, os pilotos enfrentam uma tirada entre Pisco e San Juan de Marcona, com 553 quilómetros, dos quais 342 cronometrados. A 41.ª edição do Rali Dakar decorre até ao dia 17.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close