Diretor: Paulo Menano

Largadas de parasita para combate à vespa das galhas dos castanheiros no concelho de Fornos de Algodres

No âmbito do combate à vespa das galhas do castanheiro, o Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Fornos de Algodres (CMFA) em parceria com a RefCast – Associação Portuguesa da Castanha, iniciaram no dia 13 de maio de 2021 as largadas, em diferentes freguesias, do parasitoide específico utilizado no controlo da praga que afeta os castanheiros.

Esta atividade enquadrada numa candidatura conjunta com a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM BSE) ao PDR2020, no âmbito da Operação 8.1.3 “Prevenção da floresta contra agentes bióticos e abióticos”, enquadrada no sistema florestal do Castanheiro, contou com a presença do Vereador da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, Bruno Costa, da equipa técnica da Proteção Civil da CMFA, do Eng.º Almeida da DRAPC, da Eng.ª Silvia Pereira da CIM BSE, do Professor Laranjo da RefCast e dos proprietários.

Considerando que a vespa-da-galha-do-castanheiro está presente no território concelhio, de forma bastante evidente, a Câmara Municipal tem efetuado ao longo dos últimos anos várias largadas, em locais de maior concentração de soutos e castinçais.

O Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu é um inseto conhecido com o nome vulgar de “vespa-da-galha-do-castanheiro” que ataca vegetais do género Castanea, induzindo a formação de galhas nos gomos e folhas, provocando a redução do crescimento dos ramos e a frutificação, podendo diminuir drasticamente a produção e a qualidade da castanha e conduzir ao declínio dos castanheiros.

O controlo da vespa-da-galha-do-castanheiro tem apenas um modo de luta autorizado, a luta biológica, que é realizada exclusivamente através da introdução de um inseto parasitoide específico, o Torymus sisnensis.

A vespa-da-galha-do-castanheiro é o mais perigoso inimigo do castanheiro até agora conhecido e contínua em expansão no Norte e Centro do país.

O município estará atento à evolução da praga no concelho e no próximo ano voltará a realizar as largadas necessárias face ao ataque detetado.

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close