Diretor: Paulo Menano

JSD de Fornos de Algodres critica a retenção total de IRS do Município

Os impostos municipais têm sido, por diversas vezes, alvo de critica por parte dos jovens social-democratas. Mas desta vez, o foco recaiu sobre o IRS que o município cativa de cada um dos munícipes.   

 

Em cada ano, todos os municípios têm direito a uma participação variável de até 5% no IRS dos seus munícipes, relativo aos rendimentos do ano imediatamente anterior, calculada sobre a respetiva coleta líquida deduzida das deduções previstas na lei.

Por iniciativa própria, alguns municípios decidem abdicar dessa receita na totalidade. Outros apenas em parte. E outros, como o de Fornos de Algodres, a taxa de devolução é zero, o que significa que a autarquia não concede qualquer desconto no IRS.

Em 2021, tendo o município um papel de extrema importância, no auxílio aos munícipes a enfrentar o contexto de crise, a JSD volta a defender a alteração do benefício municipal de IRS.

E nesta senda, os jovens social-democratas remeteram uma carta aos munícipes, desafiando-os a calcular o valor que a Câmara Municipal cativou do seu IRS, valor que não foi devolvido ou por outro lado, que poderia ter sido não pago.

“A JSD pretende com isto, reforçar que o elevado sufoco de impostos não ajuda à fixação de pessoas, penalizando ainda mais quem vive todos os dias num concelho já fustigado pelos efeitos da interioridade. “, afirmam em comunicado.

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close