Mais Beiras Informação

Informação regional

INCÊNDIOS E SECA DE 2017 PREJUDICA O QUEIJO SERRA DA ESTRELA

Devido aos incendidos e à seca de 2017, o pior aconteceu, os produtores de queijo Serra da Estrela sofrem queda de 30% na produção. Já era certo e sabido que tal iria acontecer, pois foram muitas as ovelhas que morreram queimadas, e outras tantas que não tiveram comida suficiente, devido aos incêndios e as condições meteorológicas, que fizeram com que os pastos brotassem muito mas tarde.

Esta expectativa confirma-se, no mês onde as feiras do queijo andam nas bocas do mundo, e devido a estes fatores, as queijeiras esforçam-se para estar presentes nos vários certames, mas este ano tem que ser seletivas, pois não tem produção suficiente para estar presentes em todas, nem satisfazer os pedidos dos amantes e fãs do queijo.

A produção de leite é uma das principais matérias-primas da indústria da região demarcada Queijo Serra da Estrela, assim sendo o presidente da ANCOSE (Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela), Manuel Marques, afirma que a reposição dos anteriores níveis de produção do queijo certificado demorará vários anos, embora a qualidade não tenha sido afetada.

Sabemos também que a ANCOSE, ajudou vários pastores/sócios repartidos pelos 18 municípios, da região demarcada do queijo DOP, com a distribuição de panha e rações, quanto a entrega de borregos a criadores que perderam os animais começara em Março ou Abril, num total esperam reunir cerca de 400 ovelhas para repovoamento.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close