Diretor: Paulo Menano

Governo proíbe realização de queimadas até terça-feira

O distrito da Guarda é um dos que está sinalizado pelo Governo no que se refere à proibição de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração. Em causa está o risco máximo de incêndio devido à persistência de valores elevados das temperaturas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Por causa do tempo quente, o Governo assinou um despacho que proíbe a realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração até amanhã, terça-feira, nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.
Entretanto, esta segunda-feira, os distritos de Leiria, Lisboa e Setúbal estão sob aviso amarelo devido à persistência de valores elevados das temperaturas máximas. Segundo o IPMA, hoje o céu estará geralmente limpo, haverá vento fraco a moderado do quadrante leste, rodando temporariamente para norte na faixa costeira ocidental. Durante a tarde, e sendo moderado a forte nas terras altas até final da manhã e para o final do dia. A previsão aponta ainda para uma pequena subida da temperatura mínima nas regiões do litoral Norte e Centro e pequena subida da máxima nas regiões do interior Norte e Centro.
Além dos distritos de Lisboa, Leiria e Setúbal, o IPMA prevê máximas de 36 graus para os distritos de Santarém e Beja, 35 para Beja, Braga e Castelo Branco 32, Portalegre e Coimbra 31 e Porto e Vila Real 30. Os restantes distritos de Portugal continental estão abaixo dos 30 graus Celsius.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close