Diretor: Paulo Menano

GNR reforça patrulhamento rural devido ao risco elevado de incêndio

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai reforçar o patrulhamento terrestre no território continental até este domingo, 31 de março, para prevenir incêndios florestais.

O reforço do patrulhamento decorre do “agravamento do risco de incêndio florestal” previsto para os próximos dias, segundo um comunicado divulgado pela GNR.
A GNR pretende alertar a população residente junto a áreas florestais e agrícolas do continente para a proibição de realizar queimadas de sobrantes de explorações agrícolas e florestais, bem como de ações de gestão de combustível que recorram ao fogo.
A Guarda Nacional Republicana desaconselha ainda a população de “fumar, fazer lume ou fogueiras” e “fumigar ou desinfestar apiários sem fumigadores equipados com dispositivos de retenção de faúlhas”.
Além disso, recomenda a utilização de “tratores, máquinas e veículos pesados de transporte que possuam extintor, sistema de retenção de faúlhas ou faíscas e tapa-chamas nos tubos de escape ou chaminés”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close