Diretor: Paulo Menano

Fornos de Algodres está entre os 23 concelhos em alerta pela Covid-19

Foi anunciado quinta-feira o novo mapa de risco do país, de acordo com a situação epidemiológica atual, onde o concelho de Cabeceiras de Basto é o único a recuar no desconfinamento.

Mariana Vieira da Silva, ministra de Estado e da Presidência, divulgou que Aljezur, Portimão, Valongo e Miranda do Douro, podem avançar para o próximo passo de desconfinamento, enquanto que, os municípios de Carregal do Sal, Odemira, Paredes e Resende terão me manter-se no mesmo plano em que se encontravam até então.

Segundo a ministra, estão ainda 23 concelhos em estado de alerta, entre eles Fornos de Algodres. Se a situação se mantiver, na próxima avaliação, o concelho terá de avançar para um retrocesso no desconfinamento.

Além de Fornos, também Alpiarça, Alvaiázere, Arganil, Beja, Castelo de Paiva, Coruche, Fafe, Figueiró dos Vinhos, Golegã, Lagos, Lamego, Melgaço, Oliveira do Hospital, Paços de Ferreira, Penafiel, Peniche, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Santa Comba Dão, Tábua, Vale de Cambra e Vidigueira estão sob vigilância das Autoridades de Saúde.

No final do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva falou em “pandemia controlada”, após análise do os níveis de incidência e do R(t).

“Podemos verificar é que em dois meses os números de incidência reduziram-se para metade, passando de 118.49 para 59 por 100 mil habitantes a 14 dias. É um sinal de uma pandemia controlada, pese embora a existência de surtos em alguns locais”, afirmou ainda, acabando por referenciar igualmente que o país está na zona verde da matriz de risco, «confortavelmente abaixo de 1».

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close