Mais Beiras Informação

Informação regional

Festa da Amendoeira em Flor é alavanca para o turismo e conta com a colaboração de três mil pessoas

Conscientes de “que a grande porta de entrada no concelho de Foz Côa é o do setor do turismo”, cerca de três mil pessoas colaboram com o município na preparação do programa da Flor da Amendoeira, evento a decorrer de 23 de fevereiro a 10 de março, com 40 atividades previstas.

Vila Nova de Foz Côa, no distrito da Guarda, assume-se como a Capital da Amendoeira em Flor, sendo que a promoção destas festividades começou há 38 anos. Atualmente, o concelho tem mais de mil amendoais, tendo nesta altura do ano “uma paisagem de encantar, em particular nos vales do Douro e do Côa”.  “Temos um conjunto de atividades promocionais, turísticas e culturais viradas para os territórios do Douro, Côa e para o Museu e Parque Arqueológico. Conjugámos a paisagem com gastronomia e paisagem, a par dos produtos endógenos “, explicou João Paulo Sousa, vice-presidente da câmara de Foz Côa.
“Nós sabemos que a grande porta de entrada no concelho de Foz Côa é o setor do turismo. Investimos cerca de 120 mil euros nas atividades da amendoeira em flor, que trazem retorno económico ao território “, adianta João Paulo Sousa. Consciente da importância que a festa da Amendoeira em Flor tem no turismo local, o município destaca que “é pioneiro na elaboração e na concretização dos projetos relativos à amendoeira em flor, e “tem apostado forte” no evento, orçado em 120 mil euros, considerados “como um investimento e não uma despesa”.
“A diversidade de opções temáticas culturais, a animação musical e a aposta nas sinergias locais são motivos mais do que suficientes para se deslocar ao concelho de Foz Côa, um concelho que é detentor de dois Patrimónios Mundiais reconhecidos pela UNESCO e há cerca de 38 anos se afirma como a Capital da Amendoeira em Flor “, disse o vice-presidente da câmara de Foz Côa.
A organização das festividades não aponta números concretos de visitantes previstos, já que há pessoas que circulam por todo o concelho, preferindo afirmar que serão alguns milhares de pessoas que por esta altura do passam por Vila Nova de Foz Côa, vindos essencialmente do litoral.
“Só no desfile etnográfico, marcado para o dia 10 de março, um dos eventos maiores das festividades, que decorre pelas ruas da cidade, juntam-se mais de seis mil pessoas”, exemplificou João Paulo Sousa. No campo musical destaque para a participação de artistas como Luís Represas, Virgul, Herman José e Toy.
O período das festividades, que decorre de 23 de fevereiro a 10 de março, vai contar com quatro feiras de rua, que atraem os produtores locais e regionais, atividades cinegéticas, associadas a passeios pedestres, entre outras iniciativas que prometem atrair algumas centenas de pessoas aos territórios dos rios Douro e Côa.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close