Diretor: Paulo Menano

Dez pessoas condenadas por crimes de extorsão e usura

O Tribunal da Guarda condenou na passada sexta-feira dez arguidos de um grupo de 23 pela prática de crimes de extorsão na forma consumada e de usura e absolveu-os do crime de associação criminosa de que estavam acusados.

Os arguidos, 12 homens e 11 mulheres, com idades entre 23 e 73 anos, sentaram-se no banco dos réus acusados dos crimes de associação criminosa, usura e extorsão, entre outros, praticados nas zonas da Guarda, Covilhã, Castelo Branco e Portalegre.
O Ministério Público (MP) acusou o grupo de, entre 2014 e 2017, realizar empréstimos em dinheiro e de, através da extorsão, exigir o pagamento de juros elevados a dezenas de vítimas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close