Diretor: Paulo Menano

Ciclismo: Campeões Nacionais decidem-se em Castelo Branco

Os Campeonatos Nacionais de Estrada arrancam nesta sexta-feira, 18 de junho, no Campo de Feiras, em Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco, onde se vão coroar os campeões nacionais de contrarrelógio. Nos dias 19 e 20 de junho disputam-se as provas de fundo, com partida da Avenida do Empresário, em Castelo Branco.

Na sexta-feira, entram em prova os paraciclistas, pelas 10h30, nas categorias H (handbike), C (bicicleta) e B (tandem), para completarem um percurso de 19,2 quilómetros. A mesma quilometragem será percorrida pelas atletas sub-23 e de elite feminina, que iniciam a competição às 11h00. Entre as atletas presentes destacam-se Maria Martins (Individual), convocada para os Jogos Olímpicos de Tóquio e Daniela Campos (Bizkaia-Durango), vencedora do contrarrelógio da Taça de Portugal deste ano, na categoria elite.

Seguem-se os sub-23 masculinos, às 12h00, que vão percorrer uma distância de 30,5 quilómetros, com destaque para a presença de Pedro Andrade (Hagens Berman Axeon), Miguel Salgueiro (L.A.Alumínios-L.A. Sport) e Pedro Pinto (Sicasal-Miticar-Torres Vedras), que deverão estar na luta pelo título nacional de contrarrelógio da respetiva categoria.

Os atletas da categoria elite, que iniciam a prova às 13h00, não vão ter de enfrentar o atual campeão nacional, Ivo Oliveira (UAE Team Emirates), que não vai estar presente, devido a uma lesão. A disputa pelo título vai ser aguerrida, com a presença de José Gonçalves (Delko), que já foi campeão nacional de contrarrelógio da categoria elite, em 2012 e 2019 e Nélson Oliveira (Movistar), que venceu os quatro campeonatos nacionais de contrarrelógio de elite em que participou.

Em competição no dia 18 de junho vão estar ainda João Almeida (Deceuninck-Quick Step), que já se sagrou campeão nacional de contrarrelógio e de fundo de sub-23, em 2019. Também presentes nos Campeonatos Nacionais deste ano vão estar Rafael Reis (Efapel), campeão nacional de contrarrelógio em sub-23 em 2014 e 2013, e José Neves (W52-FC Porto) em 2015 e 2017.

No sábado, dia 19 de junho, iniciam-se as provas de fundo, pelas 10h00, para as várias categorias do setor feminino. As atletas da categoria de cadetes e masters vão percorrer uma distância de 64,9 quilómetros, equivalente a três voltas ao circuito. As juniores femininas percorrem mais uma volta que os dois escalões mencionados anteriormente, sendo que vão ter pela frente 86,6 quilómetros.

Já as atletas das categorias sub-23 e elite vão ter de completar cinco voltas ao circuito, num total de 108,2 quilómetros. Nesta prova vão voltar a entrar em competição Maria Martins, em sub-23 e Daniela Campos (Bizkaia-Durango), em elite. Destaque ainda para Daniela Reis (Individual), que vai regressar à competição depois de ter abandonado no ano passado, Daniela Pereira (Clube BTT Matosinhos) e Ana Caramelo (ATPLINE_União Ciclista de Ponte da Barca). Nesta prova de fundo, deverá haver também alguma vantagem para as corredoras com mais membros da mesma equipa, como é o caso de Diana Pedrosa, Melissa Maia e Liliana Jesus, da Team Farto-BTC.

À tarde, pelas 14h30, entram em competição os sub-23 masculinos, que vão fazer uma volta inicial de 83,9 quilómetros, a somar às quatro do circuito que também terão de completar, totalizando 170,5 quilómetros. Numa corrida à base da tática, estarão certamente em vantagem as equipas que trazem mais corredores, tais como a Kelly-Simoldes-UDO, a L.A.Alumínios-L.A.Sport e a Sicasal-Miticar-Torres Vedras.

No último dia de competição, os primeiros a entrar em prova são os paraciclistas, pelas 09h00, para completar duas voltas ao circuito, num total de 43,3 quilómetros. Às 11h30 inicia-se a derradeira prova da categoria de elite masculina. Os atletas vão ter 192,2 quilómetros para percorrer, num total de cinco voltas ao circuito, a juntar à mesma volta inicial realizada pelos sub-23.

Nesta prova, apesar da presença de corredores do World Tour, como João Almeida, Nélson Oliveira, Rui Oliveira (UAE Team Emirates) e André Carvalho (Cofidis), a vantagem estará do lado das equipas portuguesas, tal como na categoria de sub-23, dado o número de atletas presentes de cada uma delas.

No próximo fim de semana disputa-se também a Final da Taça de Portugal de Cadetes em Anadia. A prova, organizada pela Associação da Beira Litoral e pela Federação Portuguesa de Ciclismo, será dividida em duas provas, uma no sábado e outra no domingo. Após a fase inter-regional, será a primeira vez no ano em que os atletas da zona norte vão competir com os da zona sul.

No sábado, dia 19 de junho, vai ter lugar um contrarrelógio individual de 14 quilómetros, compartida do Pavilhão dos desportos de Anadia, pelas 15h00. A prova em linha disputa-se no domingo, dia 20 de junho, às 10h30. O percurso, com partida e chegada em Sangalhos, terá 85 quilómetros.

Mais eventos oficiais

19 a 20 de junho: 2ª Taça da Madeira de Enduro – Enduro Challenge 2021, Calheta, Ponta do Pargo
20 de junho: XCO Cancela do Cinzeiro, São Miguel, Pinhal da Paz
20 de junho: 4ª Prova da Taça do Canal XCO 2021, Quinta das Rosas, Pico

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close