Mais Beiras Informação

Informação regional

Canil de Manteigas faz criação de cães da raça Serra da Estrela há 30 anos

Desde 1987 que o canil da Quinta de São Fernando, em Manteigas, se dedica à criação de cães Serra da Estrela, uma raça que comercializa para vários pontos do país e para o estrangeiro. Cada animal desta raça nacional oriunda da Serra da Estrela é vendido pela criadora a uma média de 500 euros.

Suzette da Mota Veiga, de 78 anos, é criadora de cães Serra da Estrela, variedade de pelo comprido e foi a primeira criadora de cães da raça a estabelecer-se em Manteigas. A mulher de origem suíça dedicou-se ao negócio em 1987, altura em que o animal “estava um bocado em extinção” devido ao aparecimento de outras raças.
“Hoje em dia já é diferente. O cão Serra da Estrela é admirado. A divulgação está feita com a internet, vai para todo o mundo, e todos conhecem o cão e têm possibilidade de se informar sobre a raça”, disse a criadora que diariamente trata do canil da Quinta de São Fernando, em Mateigas.
O canil da Quinta de São Fernando possui atualmente 14 cães adultos (sendo três machos), um cachorro com dois meses e meio e duas ninhadas de 11 crias, que nasceram no dia 25 de janeiro.
Segundo Suzette da Mota Veiga, o ideal é vender os cães “a partir de oito semanas”, após serem vacinados e terem recebido o ‘microchip’.
Os exemplares do canil da Quinta de São Fernando, em Manteigas, “são vendidos especialmente para famílias que têm uma quinta, que têm espaço, e querem ter um cão que guarda, mas que seja também um cão de família”.
O cão Serra da Estrela – tanto o de pelo curto como o de pelo comprido – é um ícone característico daquela região. A especialidade deste animal é guardar rebanhos. Outrora, era muito utilizado pelos pastores, pois “um lobo não se atreve a atacar quando vê um ou dois cães que estão ao pé do rebanho”, garante Suzette da Mota Veiga.
“E, por isso, o cão Serra da Estrela é ideal. É um cão muito leal, muito fiel, gosta das crianças, não é um cão agressivo mas, ao mesmo tempo guarda, mete respeito. Ninguém entra num recinto onde está um cão Serra da Estrela. Isto dá muita segurança para pessoas que vivem em quintas”, referiu a criadora.
Apesar de os pastores da região serem cada vez menos e de, em geral, optarem pelo cão de pelo curto, Suzette da Mota Veiga vende cães Serra da Estrela para todo o país e para o estrangeiro, com destaque para os países europeus. “Ele é já vendido aqui, dentro de todo o território português, na Madeira e nos Açores também, até há no Brasil e é vendido, sobretudo, em todos os países europeus: França, Alemanha, Holanda, Bélgica, Itália. Em Espanha um pouco menos, porque os espanhóis escolhem mais as suas próprias raças, mas também há cães da Serra da Estrela em Espanha”, contou.
O canil de Manteigas vende animais ao longo do ano e costuma franquear as portas aos turistas. Cada animal desta raça nacional oriunda da Serra da Estrela é vendido pela criadora a uma média de 500 euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close