Diretor: Paulo Menano

Campeonato Nacional de Estrada: Maria Martins campeã ao sprint em Castelo Branco

Maria Martins (Drops-le Col) conquistou hoje o título nacional de fundo na categoria de elite, ganhando ao sprint a prova de 108,3 quilómetros, disputada em Castelo Branco.

A corrida desenrolou-se sempre em pelotão compacto, sem qualquer ataque que desmantelasse o grupo principal. Foram apenas perdendo o contacto as ciclistas em menor condição física. A decisão foi levada para o risco e, nestas circunstâncias, Maria Martins aplicou a sua excelente ponta final para triunfar com autoridade.

A vencedora cortou a meta com 3h13m23s, o mesmo tempo registado pela adversária que deu mais luta, a campeã nacional de contrarrelógio, Daniela Campos (Bizkaia-Durango). Daniela Pereira (Clube BTT Matosinhos), comandante da geral da Taça de Portugal Jogos Santa Casa, foi a terceira classificada, a 2 segundos das duas primeiras classificadas.

“Sabia que estava a sprintar muito bem. Aliás, é o meu forte. Por isso, tentei não me desgastar muito ao longo do circuito. O sprint foi bem lançado, coloquei-me na terceira posição. Arranquei a 150/200 metros. Foi dar tudo. Vi que tinha alguma margem e levantei os braços. É uma sensação que já não tinha há muito tempo”, afirmou Maria Martins.

A vencedora da prova de elite, mais habituada a partilhar o pelotão com as estrelas internacionais, ficou agradavelmente surpreendida com a situação do ciclismo feminino em Portugal. “Estava receosa de ter alguma queda, porque estou a um mês dos Jogos Olímpicos. Fiquei muito surpreendida com o pelotão. Já não fazia uns Campeonatos Nacionais desde 2018 e é muito bom ver a progressão do ciclismo feminino em Portugal. É muito bom ter um pelotão tão numeroso, sobretudo para juniores e cadetes”, considera a ribatejana.

As juniores completaram 86,6 quilómetros, quatro voltas ao circuito urbano. As mais fortes da categoria mantiveram-se juntas no pelotão principal até aos últimos cinco quilómetros, destacando-se aí para uma disputa que viria a acontecer ao sprint.

Beatriz Pereira (Bairrada) foi a júnior mais rápida, com 2h35m50s de prova. Mariana Líbano (Velo Performance/JS Campinense) foi a segunda classificada e Sofia Gomes (Vesam/Blok Vilanovense Cycling Girls) fechou o pódio, todas com o mesmo tempo.

À semelhança do que tem acontecido na Taça de Portugal, a equipa Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais dominou completamente a prova de cadetes, ocupando todas as posições do pódio. Marta Carvalho ganhou a corrida de 64,95 quilómetros, ao fim de 1h55m53s, seguindo-se Margarida Teodósio, a 9 segundos, e Raquel Dias, a 13 segundos.

As masters também cumpriram o percurso mais curto, 64,95 quilómetros. Impuseram-se a master 30 Nádia Mendes (Vesam/Blok-Vilanovense Cycling Girls), a master 40 Ana Neves (Bike & Nutrition Shop) e a master 50 Natália Mendes (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ).

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close