Diretor: Paulo Menano

Autarca de Celorico da Beira preocupado por município ser o menos sustentável do país

Carlos Ascensão, presidente do Município de Celorico da Beira, reagiu com “grande preocupação” ao resultado do estudo do Rating Municipal Português (RMP) que coloca o seu município na última posição sendo, por isso, o menos sustentável a nível nacional.

De acordo com o RMP divulgado esta terça-feira, em Lisboa, o concelho de Celorico da Beira da Beira foi o menos sustentável do país em 2018, ocupando o último lugar da tabela (308). Lisboa, Porto e Oeiras foram, em termos globais, os municípios mais sustentáveis do país em 2018.
À Lusa, o autarca de Celorico da Beira mostrou-se “muito” preocupado com os resultados do estudo.”Preocupa-nos muito. Sabemos que estes estudos e análises dependem sempre muito da perspetiva com que se analisam os pressupostos. Sabemos de alguma subjetividade que, porventura, existe, mas isso não deixa que fiquemos muito preocupados, porque estamos referidos pela pior razão”, justificou.
Segundo Carlos Ascensão, o município de Celorico da Beira ocupa uma posição no estudo que não quer “de modo algum ocupar”, o que leva o executivo a ter “uma responsabilidade muito maior e um trabalho muito maior e fazer tudo para que este ‘ranking’ seja alterado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close