Diretor: Paulo Menano

Associação Humanitária de Maceira está a desenvolver um projeto para combater o despovoamento

A Associação de Promoção Social, Recreativa, Desportiva e Humanitária de Maceira, em Fornos de Algodres, está a desenvolver um projeto para combater o despovoamento através de “atividades colaborativas de promoção do património, da cultura e da natureza”.

O projeto “Maceira – Embaixadores d’ Aldeia” foi iniciado em 10 de setembro de 2020 e tem a duração de três anos.

“O que se oferece com o projeto ‘Maceira – Embaixadores d’Aldeia’ é um conceito de turismo comunitário de aldeia acessível e inclusiva, que, articulado com as iniciativas e vivências da comunidade residente, procurará criar condições para um futuro sustentável do ponto de vista económico, social, ambiental e patrimonial”, segundo a Associação de Promoção Social, Recreativa, Desportiva e Humanitária de Maceira (APSRDHM).

A fonte refere tratar-se de uma iniciativa de empreendedorismo social, “que pretende envolver toda a comunidade da aldeia de Maceira e combater o despovoamento que se faz sentir” no território, “através de atividades colaborativas de promoção do património, da cultura e da natureza, orientadas para o desenvolvimento turístico da aldeia”.

“Trata-se de integrar a oferta turística com a realidade patrimonial da aldeia em particular e da região no geral, através da oferta de experiências baseadas na observação do património histórico construído, na interação com o património natural e cultural e com a produção endógena, tendo como principais atores as pessoas da aldeia – os ‘Embaixadores da Aldeia’”, adiantou à agência Lusa António Oliveira, coordenador do projeto da APSRDHM.

Segundo o responsável, a iniciativa “não só permitirá a criação de ferramentas coletivas de promoção turística, como ajudará a promover o envelhecimento ativo, a participação coletiva e cívica, e a valorização dos recursos endógenos”.

O “Maceira – Embaixadores d’ Aldeia” assenta em três pilares fundamentais: o desenvolvimento de um programa de capacitação de guias comunitários (“Embaixadores d’ Aldeia”), a definição e gestão dos percursos de promoção turística através de dinâmicas de participação ativa da comunidade (trilhos inclusivos) e a inclusão digital como forma de comunicação e ‘marketing’ turístico inclusivo (Maceira digital).

O projeto conta com dois técnicos que têm como missão desenvolver e implementar as três atividades que constituem o ‘Maceira – Embaixadores d’ Aldeia”.

A atividade “Embaixadores d’ Aldeia” promoverá a capacitação de guias comunitários e o desenvolvimento de ações de capacitação intergeracional para a promoção da aldeia em que “jovens ensinam seniores” e “seniores ensinam jovens”.

Será criado o “Roteiro das Famílias – Casas partilhadas”, através do conceito de partilha de casa com os turistas, e também haverá “contadores de histórias – vivências d’ aldeia”.

No âmbito da atividade “Trilhos inclusivos” serão definidos percursos pelo património material e imaterial da localidade e áreas limítrofes, será criada uma peça de teatro “Nós Somos a Aldeia”, haverá passeios pelas hortas e a atividade “A minha mesa é a tua mesa”.

Por fim, a ação “Maceira digital” inclui a capacitação e a utilização das redes sociais e a criação e desenvolvimento do canal de Youtube da aldeia de Maceira, com a participação da comunidade.

O projeto “Maceira – Embaixadores d’ Aldeia”, promovido no âmbito do programa Portugal Inovação Social, tem um investimento global de 137.155 euros e um financiamento de 70% do Portugal 2020, sendo os restantes 30% suportados pelo município de Fornos de Algodres, no distrito da Guarda.

Fonte: LUSA

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close