Diretor: Paulo Menano

ASSOCIAÇÃO GEOPARK ESTRELA ENCERRA CICLO DE “CONFERÊNCIAS DA ESTRELA”

Durante os últimos 9 meses, a Associação Geopark Estrela, promoveu 9 conferências em 9 municípios diferentes, onde foram discutidas as principais temáticas relacionadas com a Candidatura da Estrela a Geoparque Mundial da UNESCO, o Aspiring Geopark Estrela, e a própria Serra da Estrela. Do turismo ao despovoamento, passando pelo empreendedorismo, foram “olhados” e analisados esta geografia no sentido de identificar problemas e apontar soluções aos temas em destaque.
No passado dia 13 de setembro realizaram-se as duas últimas conferências. A oitava, pelas 14:30h em Fornos de Algodres, na qual foi debatido o tema “Despovoamento e Baixa Densidade”, que contou como oradores com o Dr. Alexandre Lote, vereador do Município de Fornos de Algodres, em representação do Sr. Presidente, o Prof. Doutor António Rochette, Professor na Universidade de Coimbra, com um vasto curriculum em estudos que abordam esta temática e com o Prof. Emanuel de Castro, Coordenador Executivo da Associação Geopark Estrela que apresentou as razões pelas quais uma classificação a Geopark Mundial da UNESCO pode contribuir para mitigar esta problemática e as consequências que daí advêm. A moderação esteve a cargo da Dr.a Magda Fernandes, membro da equipa técnica da Associação Geopark Estrela.
O encerramento deste ciclo de conferências aconteceu no mesmo dia, pelas 21:30h, no Café Concerto do Teatro Municipal da Guarda, sob o tema: “Geoparques: novas estratégias do século XXI”, tendo contado com as intervenções da Coordenadora do Fórum Português de Geoparques Mundiais da UNESCO, Dr.a Elizabeth Silva, do Presidente do Comité Nacional para o Programa Internacional de Geociências da UNESCO – IGCP, Prof. Doutor Artur Sá, do Coordenador Executivo da Associação Geopark Estrela, Prof. Emanuel de Castro, e do responsável de Design e Comunicação da mesma associação, Dr. Filipe Patrocínio.
Estas Conferências foram espaços privilegiados de debate abertos, à Comunidade, culminado com o tema “Geoparques: novas estratégias do Séc. XXI”, tendo sido abordados e debatidos os pontos fundamentais ligados a esta candidatura como o conceito de Geopark Mundial da UNESCO, as premissas para uma candidatura a este programa da UNESCO, assim como as vantagens que uma candidatura como esta trará para este território.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close