Diretor: Paulo Menano

Assembleia Municipal de Fornos elege Carlos Costa para representante municipal da Candidatura “Guarda capital da Cultura”

A Assembleia Municipal de Fornos de Algodres reuniu esta sexta-feira, 30 de abril, pelas 14 horas e 30.

Entre louros e louvores, também são frequentes as preocupações de várias áreas, para com o concelho e suas gentes. Os deputados foram elegendo algumas mais preocupantes, como a necessidade dos fornenses de ter um melhor acesso à rede de Internet. Além das preocupações sobre as terras do concelho, foram igualmente tecidas duras críticas à não-realização das Comemorações do 25 de abril.

O primeiro assunto na ordem do dia, foi a Aprovação do Plano Municipal de Defesa Contra Incêndios, elaborado por uma empresa especializada, assim como pela Engenheira Inês Madeira, que determinaram os planos de atuação deste projeto, assim como as zonas que necessitam maior vigilância pelas autoridades da Proteção civil.

Foram igualmente postos a votação o Contrato de Empréstimo de Assistência Financeira do Município, assim como o Mapa de Fluxo de Caixa de 2020. O Contrato Empréstimo, viu uma redução de juros de 1,75% em 2016, para 0,95% em 2021, tendo esta mesma redução sido aprovada por unanimidade durante esta Assembleia Extraordinária. Também o Mapa de Fluxo de Caixa 2020 foi aprovado, desta vez por maioria, tendo a bancada do CDS votado contra, apresentando a sua declaração de voto. O PSD teve 4 abstenções, assim como os presidentes de junta de Queiriz e Matança.

A Proposta de Alteração Modificativa do Orçamento foi também um assunto debatido durante a reunião desta sexta-feira, tendo sido aprovada por maioria. Seguidamente a este assunto, surgiram outras temáticas na ordem do dia, ligadas a esta mesma Alteração, sendo uma delas a Proposta de Estratégia Local de Habitação, que contemplaria agregados familiares em situações precárias e baixas condições de salubridade. No Município estão referenciadas 54 agregados nesta situação, segundo afirmou Manuel Fonseca, Presidente da Câmara de Fornos de Algodres.

Também a Descentralização de Competências no Âmbito da Ação Social e o Relatório de Monitorização ao Programa de Ajustamento Municipal (PAM) do 3º Trimestre, ambos aprovados por maioria, apenas com o voto contra de Cristina Guerra, da bancada do CDS, foram mencionados e tratados durante a tarde.

O assunto que marcou a Assembleia deste dia foi a Eleição do Representante Municipal para acompanhamento da candidatura da “Guarda Capital da Cultura”, tendo sido o Engenheiro e Presidente da Mesa da Assembleia, Carlos Manuel Costa, o nome avançado por ambas as bancadas – PS e PSD – para acompanhar este projeto. As votações deram o lugar ao único nome apontado, com 26 votos a favor.

A minuta da ATA desta Assembleia foi deste modo aprovada, por unanimidade, após leitura.

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close