Mais Beiras Informação

Informação regional

AF GUARDA REAGE A NOVA ORIENTAÇÃO PARA A RETOMA DAS CAMADAS JOVENS

A Direção da Associação de Futebol da Guarda emitiu hoje um comunicado oficial sobre as alterações efetuadas ontem, dia 31 de março de 2021, à Orientação 036/2020 da Direção Geral de Saúde, relativas ao Desporto e Competições Desportivas, no âmbito da COVID-19, e que dão a possibilidade da retoma dos escalões de formação, nas datas já anunciadas pelo Governo mediante o grau de risco de cada modalidade.

De acordo com o Comunicado, a AFG chama à atenção que a “luz ao fundo do túnel” que ansiosamente todos esperávamos, se transformou numa luz sim, mas cinzenta, uma vez que se tem de ter em conta a obrigatoriedade da “apresentação de um resultado negativo num teste laboratorial para  SARS-CoV-2,  realizado  nos  termos  das normas da  DGS,  até  72  horas  antes  do início   das   atividades por   parte   de   todos  os   praticantes   de  escalões   de   formação   de modalidades desportivas de médio e alto risco” bem como “TRAg (testes rápidos de antigénio) aleatórios realizados no dia da  competição,  aos  agentes  desportivos envolvidos  diretamente  na  competição  mesma,  da seguinte forma: a)50% dos atletas e equipa técnica; b) 50% dos árbitros ou juízes que exerçam as suas funções sem máscara.” Em  contexto  de “Treinos (dentro da mesma equipa) TRAg aleatórios realizados a 50% dos atletas e equipa técnica de 14/14 dias”, tudo isto para zonas em que o risco epidemiológico seja <120/100.000 habitantes.”.

Embora a AF Guarda esteja de acordo com a realização dos testes, não concorda que os mesmos sejam um encargo dos clubes: “Não podemos, no entanto, aceitar que os mesmos  sejam  suportados  pelos  clubes mesmo  que  se  tratem  de  testes  rápidos  de antigénio,  já  que “os  TRAg  positivos  realizados  nos  contextos  previstos  nesta  Orientação a pessoas assintomáticas e sem exposição de risco a SARS-CoV-2 devem ser repetidos com um TAAN (PCR), nos termos da DGS, sendo considerado válido o resultado do TAAN.”,

Ainda no mesmo comunicado pode ler-se que “As  associações  estão  a  encetar  desde  já  diligências  junto  da Federação  Portuguesa  de Futebol, para que essas condições sejam alteradas, sendo os referidos testes suportados pelo Governo.  Antes  do  dia  19  de  abril  esperamos,  depois  de  algumas  reuniões que  terão  de  se  efetuar, poder informar os nossos associados de uma decisão final de modo a que possam analisar a disputa de provas dos escalões de formação, ainda na presente época.”

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close