Diretor: Paulo Menano

“A MINHA MAIOR PREOCUPAÇÃO É CRIAR CONDIÇÕES NA FREGUESIA PARA QUE OS MAIS JOVENS NÃO EMIGREM”, REFERE LUÍS REIS

O Noticias de Fornos de Algodres tem vindo a dar especial relevo às autárquicas 2017, nessa perspetiva fomos ao encontro de Luís Reis, Presidente da Junta da Freguesia de Maceira.

Luís Reis é Presidente da Junta de Freguesia de Maceira, concelho de Fornos de Algodres, desde setembro de 2010.

Desempenha também funções como Vice-Coordenador do Conselho Diretivo da ANAFRE do distrito da Guarda, desde dezembro de 2013.

Profissionalmente é Técnico Superior, responsável pelo Gabinete de Comunicação e Relações Públicas na Câmara Municipal de Celorico da Beira, desempenhando desde junho de 2007 as suas funções no Gabinete de Apoio ao Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira.

Desde o ano de 2001 que é Presidente da “Moinho Associação Juvenil de Maceira”.

Ao nível académico, formou-se em Contabilidade/Auditoria, prosseguindo o seu percurso académico, ingressou no mestrado em Gestão – Administração Pública.

Membro do Partido Socialista na Assembleia Municipal de Fornos de Algodres, desde 2005 até ao presente;

Membro da Assembleia de Freguesia de Maceira, de dezembro de 2005 a setembro de 2009.

Tesoureiro da Junta de Freguesia de Maceira, de outubro de 2009 a setembro de 2010;

Membro do Secretariado Federativo do Partido Socialista do distrito da Guarda, de 2008 até 2016;

Presidente da Juventude Socialista de Fornos de Algodres 2004/2005;

Presidente da Concelhia do Partido Socialista de Fornos de Algodres desde 2014 até ao presente.

Quais os projetos implementados na Freguesia?

Foi construída uma Charca na Lameira da Gabela (propriedade da Junta de Freguesia de Maceira), com capacidade para cerca de 4 milhões de litros de água, é uma obra que pela sua localização central relativa aos vários concelhos vizinhos, serve cerca de 6 concelhos (Fornos de Algodres, Aguiar da Beira, Trancoso, Penalva do Castelo, Mangualde, Celorico da Beira) e é uma mais valia para o combate aos incêndios na região, tal como ficou comprovado no ano passado aquando o violento incêndio que deflagrou o ano passado, permitindo que os meios aéreos (helicópteros de grande porte) pudessem abastecer-se.

Neste momento, está em fase de execução uma obra em Maceira com um custo de cerca de 5 milhões de euros, que permite zelar pela saúde pública e que permite o completo desmantelamento das minas de urânio e volfrâmio existentes na freguesia, que outrora foram o sustento para muitos habitantes da freguesia.

Está a ser aberto um caminho “corta incêndios” em direção à localidade de Sobral Pichorro, num montante de cerca de 10000€, fruto de uma candidatura efetuada pela Junta de Freguesia à Medida 8.1.4 do PDR 2020 para o restabelecimento da Floresta afetada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos.

Foi aprovado e executado um projeto resultante de uma candidatura submetida pela Junta de Freguesia de Maceira na ordem dos 72000 euros e que permitiu a limpeza de toda a rede primaria de floresta na Freguesia.

Estão a ser efetuados calcetamentos vários, assim como a requalificação total da Rua do Clérigos, num investimento global total a rondar os 50000€.

Está a ser construído um parque de ginástica geriátrica, no largo da Senhora dos Milagres, aproveitando a proximidade com o Lar de Maceira, para que todos possam praticar exercício físico, com especial enfoque para os mais idosos.

A Junta de Freguesia está sempre atenta às problemáticas dos jovens e como tal cria atividades constantes que permitem que os mesmos possam estar ocupados, principalmente nos meses de Verão.

A Junta de Freguesia está na génese da criação do Grupo de Concertinas denominado “Os Maceirenses”, que com a duração de cerca de um ano já efetuou diversas atuações, vestindo a pele de verdadeiros embaixadores da Freguesia de Maceira, tendo inclusive entrado para o Livro dos Recordes do “Guiness Book” ao atuarem nas “28 horas non stop” que decorreu no mês de abril na localidade de corças, concelho de Trancoso. Lembro que este grupo tem a preocupação de juntar as diversas gerações e para tal esta a admitir interessados que queiram participar neste grupo musical.

A Junta de Freguesia apoia as atividades desenvolvidas na Localidade?

Sempre que solicitado, a Junta de Freguesia tem apoiado todas as atividades que decorrem na nossa freguesia sem exceção.

Temos efetuado a limpeza de todas as ruas da freguesia, dos caminhos rurais, fontanários existentes e cemitério.

De que forma a Junta de Freguesia apoia a população de Maceira?

Tendo em vista a integração de cidadãos com necessidades especiais incluindo as monetárias, a Junta de Freguesia tem implementado ao longo dos anos diversos Contratos Emprego Inserção, em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional.

A Junta de Freguesia acolheu neste mandato 3 alunos estagiários (Curso Técnico Profissional de Recursos Florestais), oriundos do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres, inserindo-os e orientando-os nas mais variadas atividades desenvolvidas pela Junta de Freguesia de Maceira, com especial relevo para a proteção da Floresta e defesa do Meio Ambiente.

Nos equipamentos existentes, procedeu-se à pintura interior do Salão da Casa do Povo, calcetou-se toda a zona envolvente à Casa do Povo de Maceira, numa área aproximada de 300 metros quadrados.

Em parceria com a Casa da fábrica da Igreja, estamos a colaborar numa candidatura que visa o arranjo da Casa Paroquial de Maceira, com recurso ao Programa de financiamento europeu Portugal 2020.

Promovemos alguns cursos de formação na Freguesia, como é o caso do curso para a obtenção de cartão de aplicadores de produtos fitofarmacêuticos aberto a toda a população e um outro de acordo com a Lei que estava aberto a maiores de 65 anos. Promovemos ainda um curso de cozinha que fez com que os formandos ficassem habilitados com um certificado de formação profissional de cozinha, na vertente de salgados e doces e que teve uma duração de 50 horas.

Decorreu ainda um curso para a obtenção de um certificado de segurança para manobradores de máquinas agrícolas e florestais.

De que forma pretendem fixar os jovens existentes na Freguesia?

Neste momento, a minha maior preocupação é criar condições na Freguesia para que os mais jovens não emigrem e desta forma travar o êxodo da faixa etária mais produtiva.

Estou sempre aberto a sugestões por parte de todos os habitantes da Freguesia, para que em conjunto possamos encontrar e implementar melhores condições de vida para quem cá reside.

Na sua opinião quais as áreas a apostar no concelho de Fornos de Algodres?

A aposta no turismo e agricultura será sem dúvida a grande alavancagem de desenvolvimento futuro e quero aqui lembrar que neste momento o concelho de Fornos de Algodres tem duas queijarias certificadas para produzirem o tão afamado Queijo Serra da Estrela e que uma delas se situa precisamente na Freguesia de Maceira e que pertence à D. Isabel Porfírio que através de saberes antigos dos seus antepassados dá um toque de genuinidade a este afamado produto, conferindo-lhe um sabor único e autentico.

Ao nível turístico, importa lembrar que Maceira é a Freguesia mais central do Concelho de Fornos de Algodres e que possui equipamentos de interesse turístico, como é o caso de algumas Casas de Turismo Rural e de Habitação, assim como um moinho de vento, único exemplar na região e que representa a ancestralidade das tradições vividas e que nós preservamos para que não caiam no esquecimento e para tal promovemos umas jornadas etnográficas onde se reproduziu a moagem do pão, assim como a cozedura do mesmo num forno tradicional a funcionar a lenha e que é propriedade da Junta de Freguesia de Maceira e onde as gerações mais novas puderam constatar ao vivo como era preparado o pão há alguns anos atrás.

A Junta de Freguesia que eu presido desde 2010, tem como tónica dominante a proximidade com toda a população, indo ao encontro das pessoas para sentirmos de perto as necessidades de cada um dos habitantes da Freguesia, sendo o contato direto com as pessoas a principal razão de existir de uma Junta de Freguesia de interior, como o é a Junta de Freguesia de Maceira, onde nenhum habitante pode dizer que não foi atendido nas suas pretensões.

Qual a relação com a autarquia?

Não posso terminar esta entrevista sem deixar uma palavra de apreço ao Senhor Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, Dr. Manuel Fonseca por toda a disponibilidade que sempre teve durante o mandato para resolver todas as solicitações que lhe foram colocadas por nós Junta de freguesia, bem como de todos os habitantes da Freguesia de Maceira, no entanto sei que foi sempre seu apanágio tratar a todos por igual, independentemente das “cores partidárias” ou crenças religiosas, pois eu sei que para ele o que verdadeiramente conta e que o move, são as pessoas que residem no Concelho de Fornos de Algodres.

Lembro aqui que o mandato do atual Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres foi todo ele pautado pela constante proximidade com todas as pessoas do Concelho, uma vez que visitou todas as Aldeias ínfimas vezes, constatando “in loco” as reais necessidades do Concelho, ao contrário dos seus antecessores que por regra só visitavam as Aldeias que compõem o Concelho de Fornos de Algodres, de quatro em quatro anos, por ocasião das Eleições Autárquicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você está a concordar com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Close